Loading

A vida tem seu prazo de validade

Quando comentamos entre rodinhas de amigos sobre o quanto a vida é curta, talvez não tenhamos o sentimento verdadeiro sobre o quanto isso é real.
Tive duas experiências nesse final de semana que sem dúvida alguma me fez refletir sobre a importância de valorizarmos a vida da maneira que ela merece. Ela tem prazo de validade! Ok, isso nós temos certeza, mas é um prazo indefinido, o que nos deixa vulneráveis. Sabemos que ela tem um fim, mas não sabemos quando!
Vocês conseguem perceber o quão valioso isso é?! Temos o maior bem do mundo que é a nossa vida, é estarmos aqui e agora usufruindo de saúde e disposição, com capacidade de guiarmos nossas escolhas e vivermos da maneira que desejarmos!
A pergunta é: Você está dando o valor merecido ao seu bem mais valioso?




No sábado, num churrasco entre amigos de faculdade do meu namorado, conheci um rapaz que durante o tempo que estivemos lá, muitas vezes ele mencionou o quanto ele valoriza a vida, aproveita muito cada oportunidade e vive criando novos projetos, sempre completando: “a vida é curta, temos que aproveitar”. Eu concordo muito com isso, há tantas possibilidades ao nosso alcance e tantas opções para vivermos intensamente. 
Por que vivemos tanto tempo indo para o lado contrário de tudo que nos fascina?! Quem disse que a vida é isso?!
Hora de refletir… Para que estou vivendo?! Estou plantando boas sementes para colher bons frutos amanhã?! Estou ajudando as pessoas? Estou fazendo o bem?! Estou cuidando da minha saúde?! Estou em paz com minha família? Estou cuidando do meu dinheiro? Estou cercada de pessoas que me fazem bem?! Como estão as minhas amizades, estou cultivando-as? Quantos novos amigos eu tenho feito? Tenho cuidado do meio ambiente? Protejo os animais?
São tantas perguntas, mas apenas uma essência: Seja sempre a melhor pessoa que puder ser! Para você e para o mundo.


Uma pessoa que amo muito e que sem dúvida nenhuma aplica muito de todas as reflexões que citei acima (ela realmente tenta ser alguém melhor todos os dias e se move demais para fazer esse mundo melhor), sofreu um acidente esse final de semana, foi atropelada numa movimentada Avenida em São Paulo. Essa situação me fez refletir muito.
Além do terrível sentimento de medo de perder alguém tão importante, esse momento também permite que a gente perceba o quanto somos totalmente vulneráveis! A vida pode mudar radicalmente em apenas um segundo, de distração, de falha,… E aí, percebendo a fragilidade da nossa vida é que vem a pergunta: Se o prazo de validade da sua vida, terminasse hoje, você teria feito tudo que poderia ter feito para que ela valesse a pena?!




Não importa o tempo que vamos viver, cada um tem sua história, sua missão, seu tempo… O que importa é o que estamos fazendo dos nossos dias para que tudo seja proveitoso e verdadeiro?!
Não podemos garantir o nosso amanhã, não sabemos o que o futuro nos reserva nem quando nossa passagem por aqui terminará, sabemos apenas que existe um último dia.
O que você faria se hoje fosse seu último dia?


Um dia ele será… Então o melhor a ser feito é viver intensamente, como se todos os dias pudessem ser o último! Enquanto ele não chega, nós vamos construindo uma história de vida maravilhosa!
Viva a oportunidade de estarmos vivos!
Beijinhos e até a próxima meninas!
Esse post é em homenagem a minha querida e amada sogra Fátima, que ela se recupere logo! Estou orando muito!