Loading

Acabando com as dívidas!

Dando procedimento ao grande projeto “Em busca do meu 1º milhão“, estou correndo atrás para liquidar as dívidas.

Essa com certeza deve ser a prioridade para que o plano comece certo!

Como eu já havia comentado, nosso ano começou muitooo além do vermelho… Já nem sei bem que cor era aquela que mostrava no meu extrato bancário! Estava puxando para o roxiiiiinho tadinho!!! :S

Houve momentos em que cheguei acreditar que não fosse existir alguma solução, deitava na cama a noite para dormir mas a cabeça não parava. Só por Deus mesmo. Fomos muito indisciplinados quanto ao dinheiro, tempos difíceis…

Mas bem, Deus sempre abre as portas para quem crê… e aos poucos estamos nos reestabelecendo, só que quando o buraco é muito grande, o processo é demorado, então a previsão (pensando pelo ritmo que está indo a coisa) é de que em Maio desse ano o orçamento comece a encaixar dentro das nossas possibilidades.

Separei aqui algumas atitudes que tivemos para começar a tirar o pé da lama:

Centralizar as dívidas: Nem sempre temos condições de liquidar todas as nossas dívidas de uma só vez, então o jeito é tentar organizar a bagunça e “controlar” o pagamento de juros. Nós temos 3 contas correntes e tínhamos 4 cartões de crédito na época (dez/10). Estávamos com as 3 contas no cheque especial e a fatura dos cartões ficaram uns 3 meses seguidos só pagando o valor mínimo, essas duas situações estavam nos levando um valor significativo por mês em juros. Fora as outras contas que nem sempre conseguíamos pagar no mês vigente e então o que acontecia?!?!? Mais juros!!!! :(. Uma das soluções que encontrei foi ir atrás de um único empréstimo, no valor que incluísse todas as dívidas e mais as contas no mês seguinte, pois com as nossas entradas conseguiríamos segurar as pontas por um tempo. Com a corda no pescoço é claro!

Nessas horas, por mais desesperadora que seja a situação, devemos manter a calma e pesquisar muito. Temos muitas opções de seguradoras no mercado então é bom dedicar um tempinho para fazer a melhor escolha.

No nosso caso, conseguimos em um dos bancos onde somos correntistas, é uma boa opção também, se você possui conta há tempo e uma boa relação com seu/sua gerente vale a pena tentar negociar.

Bem, então a partir daí tínhamos apenas uma dívida para nos preocuparmos ao invés de várias espalhadas gerando juros.

Cortar gastos: Cancelamos dois cartões de crédito e para os que ficaram conseguimos descontos nas parcelas das anuidades, em um conseguimos que eles nos deixassem isentos da anuidade de 2011.

Cancelamos alguns serviços que não estavam mais sendo usados e conseguimos baixar a mensalidade da internet e telefone.

Trocamos o chuveiro e o nosso velho frigobar por uma geladeira nova, o que deu uma economia mensal significativa na conta de luz.

Gerar novas entradas: Além de diminuirmos a quantidade de juros que estávamos pagando, corri atrás de trabalhos e negócios para aumentar a nossa entrada financeira.

Aumentei a publicidade da minha lojinha, consequentemente as vendas foram aumentando;

Perto da minha casa tem uma escola que oferece cursos livres em várias áreas, inclusive de informática. Criei coragem e fui até lá para ver se havia alguma vaga para professora. Eu sempre tive esse desejo, para ver como seria etc, então juntei o útil ao agradável. Estou ministrando aulas de corel draw e de photoshop! Está sendo uma benção.

Renegociar algumas dívidas: Resolvemos negociar com alguns credores, corremos atrás para renegociar as nossas dívidas, fizemos novos parcelamentos e alguns ajustes para podermos estar em dia com as contas.

Também alteramos alguma datas de vencimentos e vendemos alguns objetos que estavam sem uso na nossa casa.

Na verdade, quando queremos realmente mudar uma situação, acabamos encontrando várias soluções, essas citadas acima, foram as que encontramos de imediato para resolver a nossa, pois o que estávamos passando exigia uma atitude radical para poder retomar o controle das nossas finanças.

A partir dessas dicas você pode ter várias outras ideias que se adequem a sua situação atual.

Não desista de tentar resolver o seu caso, tudo tem solução, é claro que as vezes algumas mundanças exigem muito de nós, mas aredite, estar a frente das nossas finanças é muito importante, tanto para nossa organização quanto para nosso ego.

Até breve

Beijinhos

Mulher Rica

X