Loading

Autoconhecimento financeiro II

Olá, semana passada conversamos sobre suas crenças limitantes, qual sua relação com o dinheiro e a importância em termos uma mente preparada para o sucesso.

Hoje veremos outros tópicos sobre autoconhecimento financeiro, daremos mais um passo a frente nessa caminhada.

Começamos com um exercício.

Seja responsável pelas suas atitudes:

• Faça um controle durante essa semana. Ao final de cada dia, liste por escrito um fato que tenha sido positivo e outro que tenha sido negativo na sua relação com o seu dinheiro. Depois, escreva a resposta para a seguinte pergunta: “Como eu criei cada uma dessas situações?”

Por exemplo:
Um fato positivo = Acordei 20 minutinhos mais cedo e consegui tomar café em casa antes de ir para o trabalho, economizando um montante de R$ 12,50.

Como criei essa situação?
Identifiquei que tomando café todos os dias fora de casa está consumindo um boa quantia em reais que se eu sair 20 minutos antes da cama consigo economizar o valor R$ 62,50 por semana.
Adiantei meu relógio e comecei a aplicar 3 dias por semana.

Um fato negativo = Esqueci de pagar uma conta que venceu na terça-feira e acabei pagando juros.

Como criei essa situação? Por falta de uma melhor organização e planejamento das minhas contas.

Solução proposta: (Caso você identifique como evitar o fato negativo, escreva a solução proposta para um plano de ação)

  • Tirar uma hora do meu domingo para organizar as contas da semana.
  • Colocar em débito automático minhas contas fixas evitando o esquecimento e pagamento de juros.

Esse exercício a manterá responsável por sua vida financeira e consciente das estratégias que estão funcionando a seu favor e das que estão contra você.

 

Portrait of businesswoman sitting at desk in office

Mentalidade Rica x Mentalidade Pobre

Quem tem mentalidade de rica SE COMPROMETE EM SER RICA.

Tudo que acontece de errado no caminho serve de aprendizado, de escola para fazer melhor depois. Se essa pessoa tentou montar um negócio online e não deu certo, sua postura diante disso será de analisar onde foi que ela errou, juntar o que restou e tentar mais uma vez, agora um pouco diferente, aplicando o que aprendeu com os erros anteriores.

Quem tem mentalidade de pobre tudo que acontece de errado serve para que ela desista, sinte-se mal, culpada, inútil.
Quando não acertamos no que fazemos, temos um punhado de lições para tirar disso tudo, assim podemos fazer melhor da segunda, terceira, quarta vez.
Não devemos nos sentir culpadas, achando que não servimos para isso ou que não somos boas em nada.

A prática é a melhor amiga de quem não desiste.
Você se compromete, você decide ser rica e trabalha pra isso. Cuida da sua mente, da sua vida, do seu trabalho, das suas finanças!

2 – O segundo passo desse processo é decidir o que você quer. Fazer uma listinha com seus objetivos da vida.

1 – Definindo seus objetivos

Tudo começa com a definição dos seus objetivos, essa é a hora em que você deixa seu coração falar, coloca todos os seus desejos, ambições, sonhos e vontades pra fora.

Eu gosto sempre de comentar aqui, que essa é a hora em que você deve ficar sozinha com seu caderninho vulgo “Gerenciador de Felicidade” e deixar fluir. Sem medo, sem vergonha, sem limitações, seja você verdadeiramente.

Nesse momento, em que você vai estar sozinha com seu gerenciador de felicidade, tente responder no mínimo a 3 perguntas:

  • O que você quer de verdade?

  • O que é realmente importante para você?

  • Quais são seus valores?

Young woman sitting in long grass using laptop

Hoje quero falar com você sobre definir os objetivos que vão abalar as estruturas da sua vida, que vão fazer a sua história ser escrita exatamente como você deseja, do seu jeito, com a sua cara, lotada de experiências, emoções e sensações que só fazem sentido pra você, na sua história.

E isso é muito fácil, sabe por quê? Porque só você tem a sua vida e só você pode realizar seus objetivos da sua maneira, de forma única e exclusiva.

Não estou me referindo a simplesmente fazer uma listinha de objetivos só para não se considerar uma “sem foco” na vida. Não estou aqui para perdermos o nosso tempo, hoje o assunto é diferente, poucas pessoas abordam esse assunto da maneira que vamos abordar aqui, poucas pessoas dão a devida importância para a maior e mais importante ferramenta para nossos negócios, objetivos, finanças… nossa personalidade! Você não precisa ser outra pessoa para começar a realizar seus sonhos.

Chega de perder tempo e dinheiro buscando lá fora o que já está ai com você.

É chegada a hora de confiar mais no seu taco e levar adiante o que você acredita.

O que estou falando aqui para você hoje, são coisas que eu aprendi em alguns anos de experiência em planejar para realizar.

Sou uma viciada em realizar sonhos e tenho amadurecido muito toda essa estratégia a cada dia.

Depois que eu comecei a me respeitar mais, acreditar no meu potencial, lutar pelo que acredito, minha vida ganhou muito mais propósito, hoje consigo manter minhas finanças organizadas e sempre estou vivendo a realização de alguma coisa que eu queria demais.

Gosto de compartilhar uma das mais maiores e mais recente conquista que é ter vindo morar em Melbourne na Austrália.

Mesmo que muitas pessoas também tenham ou estejam realizando esse mesmo sonho, estejam aqui vivendo em Melbourne, nenhuma história será igual a minha. Todo o trajeto percorrido até chegar aqui, cada pessoa teve o seu e o que faz me sentir ainda mais realizada é me orgulhar da minha história, do caminho percorrido para alcançar um objetivo que pra mim tem um grande propósito, eu quis isso aqui, do jeitinho que estou vivendo.

Se seu objetivo é baseado no que você acredita no que você deseja demais, ele se realizará e fará parte da sua história. Não importa o tamanho do que você deseja o que importa é a intensidade e o que ele significa pra você!

Já deu para perceber que estou há alguns minutos, em outras palavras, tentando te mostrar que a pessoa mais importante na sua vida deve ser você????????????

Planejar para você

Realizar para você

Ser feliz simplesmente por ser você

E não estou querendo dizer que você deve ser uma pessoa egoísta, autossuficiente etc. Pelo contrário, no caminho que você vai percorrer rumo a realização dos seus objetivos contar com as pessoas que te ajudarão, que compartilharão dessas experiências contigo é fundamental, lembrando daquela frase famosa: A felicidade só é real quando compartilhada.

Por isso minha intenção é te fazer ouvir mais a voz do seu coração, acreditar mais em você, no que você tem de melhor.

Assim até mesmo sua experiência com as pessoas ao seu redor vai melhorar, mais amor, felicidade e cumplicidade na sua vida.

Como identificar seus reais objetivos?

Você precisa prestar atenção nas coisas mais simples do seu dia a dia. Nas suas escolhas de lazer, no tipo de comida que você costuma comer, lugares que você visita, pessoas que gosta de estar perto, programas que gosta de assistir, quais esportes você gosta de praticar… tudo isso tem muito a dizer sobre você e a te ajudar a identificar seus mais sinceros objetivos.

Nada relacionado a você nesse momento deve ser ignorado. Lembre de toda sua caminhada pela vida, na sua infância, sua adolescência, começo da vida adulta.

Muitas vezes deixamos pelo caminho coisas que fazem parte de nós, mas que a vida nos induziu a abandonarmos. Grande erro. Hora de recuperar tudo que te pertence. Esqueça todos os estereótipos de pessoas de sucesso, ricas e felizes. Você só vai ser plenamente feliz, rica e alcançar o sucesso se puder ser você mesmo.

Woman walking along rocky coast, Praia, Santiago Island, Cape Verde

Você já parou para pensar se o que você anda desejando tem a sua marca pessoal?

Você está definindo seus objetivos de acordo com o que realmente te faz feliz ou baseado em opiniões de terceiros.

Fique atenta! Por exemplo, a mídia é uma grande influenciadora de opiniões. Para que você consiga construir uma verdadeira lista de objetivos você precisa analisar sua vida, seus hábitos, seu histórico, olhar para dentro!

Definir objetivos as vezes pode parecer muito fácil, e é se você quiser apenas um papel com um monte de coisas sem sentindo, se você quer uma vida com propósito, uma vida que é a sua cara, você precisa valorizar mais esse momento.

Muitas vezes definimos nossos objetivos baseado numa moda que não tem nada a ver com nossos valores e o que costumamos admirar. Acontece muito com as novelas brasileiras por exemplo, passam em lugares exóticos que acabam nos influenciando a tomar decisões sobre os lugares que queremos conhecer. Mas o que adianta na novela estar passando tudo lindo e maravilhoso sobre as Pirâmides do Egito se você é uma admiradora assumida de cidades modernas? Você até pode planejar e acabar indo visitar o Egito, mas o que quero te fazer refletir agora é:

Não é melhor você investir esforços, dinheiro e tempo para realizar o que realmente te faz vibrar e alimenta sua alma?

Por isso é fundamental você ter em mente o que é importante para você, quais são seus valores, o que você curte de verdade experimentar, vivenciar.

Falando agora de um outro tipo de objetivo, seu sonho é se casar e fazer uma festa linda com todos seus amigos e familiares. Para que você planeje e realize esse objetivo e para que ele seja do jeitinho que você sonhou não dá para seguir o que está na moda, ou que sua mãe gosta, ou o que suas amigas dizem que será legal. Esse é um momento em que o casal deve juntos com base no seu histórico, nas suas experiências e valores começarem a desenhar a festa dos seus sonhos.

Nesse caso, só definir algo como “Ter o casamento dos meus sonhos” não será o suficiente. É o primeiro passo mas você precisa ir além.

A mesma coisa para todos seus objetivos, sejam eles quais forem.

Depois de você ter pego seu “Gerenciador de felicidade” deixado a imaginação fluir você já deve ter em mãos um conteúdo com algumas informações.

Deve ter algo do tipo: “Viajar pela África”, “Comprar uma casa” “Participar de uma maratona nos EUA”. Ótimo começo. Mas precisamos ir mais fundo nisso.

Para concluir esse tópico quanto mais claro e detalhado estiver seu objetivo, melhor.

Por isso, é hora de identificar:

  • Qual a época do ano ideal para realizar esse objetivo?
  • Se for viagem, quantos dias deseja dispor para esse objetivo?
  • Que cor, que tamanho, que sabor, em que lugar, como quer se sentir quando conquistar, o que isso vai significar pra sua vida, o que pode mudar depois desse momento, com quem quer estar,
  • Quando você almeja algo que verdadeiramente deseja, encontrar alternativas para enfrentar os desafios se torna mais fácil. É mais agradável correr atrás de objetivos que fazem nosso coração bater mais forte. Quando se quer de verdade você faz acontecer.

Sempre que você desistir de um objetivo saiba que: VOCÊ NÃO QUERIA DE VERDADE!

Você só desiste do que não é importante ou não serve para você. Por isso é importante identificar o que você gosta e se focar em realizar isso.

Até aqui acredito que você já terá uma valiosa lista de objetivos no seu gerenciador de felicidades! Perfeito!

Com essa lista em mãos elimine algumas crenças limitantes e sinta-se merecedora do que deseja conquistar e liberte-se do medo da mudança.

Esteja aberta a tudo que essas novas experiências irão te proporcionar.

A female hiker in the forest

Exercício:

Crie sua lista de objetivos com base no que aprendeu hoje!

Recomendações:

  • Seja clara, objetiva e exata, você precisa enviar a mensagem para o universo.
  • Crer e não duvidar do que você está buscando.
  • Metas precisam de números, quantias, percentuais, contas exatas.
  • Ex. Eu vou ganhar 25% de aumento no meu salário esse ano.
  • Economizarei R$ 200,00 essa semana e NÃO = Economizar dinheiro.
  • Declare valores reais, números… Seja objetiva!

Mãos a obra!
Não deixe de comentar e discutir o assunto no nosso grupo!
Um beijo e até logo!

Leave a Reply