Loading

Como gerar renda na universidade – Parte 2

Como gerar renda na universidade – Parte 2

Nessa segunda etapa vamos falar mais um pouco sobre algumas ideias de como ganhar dinheiro durante os estudos na universidade. Focaremos no ramo das vendas e serviços e como eles pode fazer a diferença para os seus rendimentos. Confira as ideias a seguir:

 

 

 Vendas:

Produzir algo pode ser muito fácil para alguns. Seja artesanato, quadros, invenções, customização de roupas, doces, salgados ou alimentos em geral, fotografias, entre outras coisas. Se você não possui a habilidade de produzir e conhece alguém que pode fazer isso, avalie a ideia de revender. A pessoa produtora pode ser sua mãe, amiga ou alguém que more contigo perto de você, isso minimizará o custo com transporte. Ainda é possível revender produtos por catálogo de empresas como Natura, Avon, Tupperware, etc. 

Antes de sair para vender, é necessário avaliar alguns parâmetros: Preço de venda ou revenda do produto, público alvo, local e método de vendas. Se você é a produtora, compile os gastos com matéria-prima embalagem e transporte, estime os custos de recursos como água e luz e não deixe de considerar a sua mão-de-obra. Neste último item, você pode cobrar por hora trabalhada ou por item produzido. As demais despesas devem ser divididas por item produzido. Em seguida não deixe de inserir a margem de lucro, que pode ser um percentual em cima dos custos ou determinado valor sobre cada item. Os produtos por catálogo geralmente já possuem os valores para venda pré-estabelecidos.

Outro ponto importante a ser analisado é o público alvo do seu produto. Quem o compraria? Qual o melhor lugar para encontrar tais pessoas? O preço está adequado à realidade dos seus clientes? Como ser assertivo nas vendas? Para responder a essas perguntas, é preciso verificar o mercado ao seu redor e pesquisar um pouco mais sobre técnicas de vendas. Neste aspecto, uma ideia bastante rebtável é vender camisas ou outros itens com os nomes dos cursos ou da universidade.

Mas fique atenta: algumas instituições de ensino superior não permitem vendas em suas dependências. Por isso, é fundamental verificar o regimento interno ou falar com a autoridade responsável. 

As vendas também podem ser ofertadas em lojas, grupos em redes sociais ou ainda na sua própria loja virtual. Quem não tem produtos novos para vender, pode gerar renda com itens usados, como roupas, livros ou outros materiais em bom estado.

Dar Aulas:

Se você tem facilidade em certa matéria, dar aulas particulares ou em grupo pode garantir uma boa renda. O anúncio pode ser feito com panfletos, cartazes ou mesmo nas redes sociais. Este tipo de serviço é mutuamente benéfico, visto que você reforça seus conhecimentos na área enquanto os transmite para quem está com dificuldade. Para ter noção do custo, avalie os preços de outros professores, o nível de complexidade do assunto, a classe em que o aluno está, a capacidade dele de aprender e a sua de ensinar. Estes dois últimos aspectos são cruciais pois estão diretamente ligados ao bom desempenho do aluno.

Ser monitor da matéria em que tem um bom rendimento também é uma excelente alternativa. É possível, com esta modalidade, economizar em tempo e transporte de acordo com seu horários de aula, já que economiza-se com o deslocamento.

Mais Serviços: 

Alguns outros serviços são passíveis de serem feitos sem prejuízo pelos estudantes. Se você fez algum curso qualificante, pode atuar nesta área durante o tempo livre. Seja um curso técnico ou alguma habilidade que você tenha, como saber formatar computadores ou consertar objetos domésticos, por exemplo. Caso não tenha alguma qualificação extra, vale começar um curso de seu interesse para ter uma renda extra.

Para quem gosta de animais, uma boa ideia é prestar serviços para donos de pets. Você pode hospedá-lo em sua casa, cuidar por um tempo na casa dele ou levá-lo para passear! Há sites e aplicativos que auxiliam nessa busca, como o DogHero e o PetAnjo. O último oferece cursos obrigatórios na área para quem vai se cadastrar. 

 

Seja qual for a ideia e a modalidade escolhida, é importante manter o foco na sua carreira. Não permita que a ocupação secundária interfira nos seus resultados acadêmicos. Encontre um equilíbrio e aproveite as oportunidades de crescimento que aparecerem. Se tem alguma característica que você admira ou deseja ter, por exemplo, coloque-se em situações em que ela seja necessária. Não tenha medo, pois através dos desafios é possível ampliar capacidades!

 

Gostou desse texto? Tem mais alguma ideia para acrescentar? Alguma dúvida? Deixe sua opinião aqui nos comentários!