Loading

É possível montar o próprio negócio sem dinheiro próprio?

Para você que tem o sonho de montar seu próprio negócio, mas não tem dinheiro para investir, pesquisamos e encontramos ótimos materiais que mostram algumas alternativas para que você não desista desse sonho.

Confira abaixo as dicas que reunimos:

Empreenda com o dinheiro dos outros
Se você tem uma ideia realmente boa, o primeiro passo é tentar vendê-la para alguém. “Transforme a oportunidade que você identificou em um discurso de venda adequado para atrair pessoas que tenham dinheiro”, aconselha José Dornelas, especialista em empreendedorismo e autor do livro “Empreenda (quase) sem dinheiro”, da Editora Saraiva. Se sua ideia é realmente inovadora, você pode buscar recursos de subvenção econômica do governo ou mesmo ir atrás de um investidor. Se o negócio não é disruptivo, mas tem um bom potencial de lucro, encontrar um sócio entre pessoas do seu convívio – amigos, parentes e até conhecidos – pode ser uma saída.

“Sempre procure capital de terceiros. Se você não encontrar, é um sinal de que talvez o seu negócio não seja tão bom”, recomenda Evandro Paes dos Reis, professor de Empreendedorismo e Inovação da BSP (Business School São Paulo). Seja qual for o modelo de sociedade escolhido, é importante criar regras claras quanto à participação de cada sócio tanto na distribuição dos lucros futuros quanto no dia-a-dia do negócio para não sair perdendo no final. “O empreendedor não pode virar um empregado de luxo do investidor”, destaca Reis.

Faça parcerias estratégicas
Se sua ideia é realmente boa, você pode convencer fornecedores e clientes a apostarem nela junto com você. Mais uma vez, seu discurso de venda terá que ser matador. Convença seus fornecedores e colaboradores a correr riscos junto com você – se eles enxergarem potencial de sucesso na sua ideia, podem concordar em receber o pagamento mais para frente ou até trocar seus serviços por uma participação no negócio. A lógica é a mesma para o cliente. “Além de preços diferenciados, a possibilidade de ter exclusividade em um determinado serviço ou produto pode ser um atrativo”, ressalta Aidar.

Exercite o networking
Ter uma boa rede de contatos e usá-la da maneira certa é fundamental. Suas conexões podem ajudá-lo a encontrar potenciais parceiros, oportunidades de negócio e promover seu produto usando o bom e velho boca-a-boca – recurso fundamental para quem quer construir uma boa reputação em qualquer negócio, especialmente sem dinheiro.

Tire proveito das circunstâncias
Aproveitar as oportunidades que aparecem à sua frente também é crucial. Seja flexível, adapte seu negócio às circunstâncias. “Imagine que você gosta de cozinhar e quer abrir um restaurante, mas não tem dinheiro. Então você fica sabendo que o amigo de um amigo tem um café e está procurando um fornecedor de comidas prontas. Você vai lá, oferece uns quiches e o negócio dá certo. De repente você descobre que talvez valha mais a pena abrir uma pequena indústria de comidas premium do que um restaurante”, exemplifica Álvaro Cardoso Armond, professor do Insper.. “É preciso estar em estado permanente de alerta, porque as oportunidades vão atravessar o seu caminho e você tem que estar atento para tirar proveito delas”, acrescenta ele.

Fonte: Exame

Comece a economizar
Se você ainda está trabalhando, mas já está pensando em abrir sua empresa, também tenha em mente que é preciso economizar para ter mais capital disponível no futuro. Faça uma conta separada e reserve uma parte de seu salário para a empresa.

Reinvista sempre
Nos primeiros momentos da empresa, prefira sempre reinvestir o dinheiro. Esqueça o lucro nos primeiros meses de negócio. Empresários bem sucedidos dizem que, quem busca lucros muito cedo, provavelmente será dono de um negócio regular, isto é, se ele prosperar.  Muitos empresários compram um carro importado no primeiro ano de empresa, quando deveriam direcionar esse dinheiro para os negócios, por conta de erros como esse muitas empresas brasileiras vão a falência logo nos primeiros dois anos de existência. Tenha sempre em vista o futuro e os frutos que irão nascer depois.

Permutas
Há milhares de anos, o homem negociava sem o uso de dinheiro, mas pela troca de mercadorias. Este esquema ainda pode ser feito hoje por empreendedores com pouco capital. Deve-se adotar a troca de serviços apenas se for útil. Também tente negociar com o outro lado se é possível dividir entre serviços e dinheiro, pois é sempre bom ter dinheiro circulando no caixa. Outra dica é, se for trocar produtos, tente esvaziar a parte do estoque que tenha mercadorias paradas.

Comece Pequeno
São muitas as grandes empresas que começaram na garagem de casa. Arrisque-se, mas também seja racional. Estude o mercado e saiba o que realmente é um caminho perigoso. Além disso, esteja ciente que algumas coisas deverão ser cortadas no começo da empresa para não afetar seu futuro.
Como visto, existem várias medidas a serem adotadas no início de uma empresa com pouco capital. O que vale é estudar bastante e ter conhecimento de mercado, para poder lidar com os futuros obstáculos que aparecerão.
Inove e confie no seu negócio, se você acredita fielmente que seu projeto pode mudar a vida das pessoas, siga em frente, foi assim que grandes nomes como Steve Jobs começaram, sem uma moeda no bolso, mas com um projeto e determinação milionários.
– Fonte: logovia

Você é a principal fonte de energia para que seu sonho se torne realidade, não desista do que você realmente acredita!

Desejamos sucesso pra você, estaremos sempre aqui, na torcida!
Beijo grande!

4 comments

  1. Parabéns pela matéria. Hoje em dia, com a ajuda da internet, é muito mais fácil montar um negócio próprio com baixo investimento ou até mesmo investimento nenhum. Além das dicas citadas na matéria, vejo que a internet também é uma grande descoberta. Bom artigo. Criação de Logomarca Online

Comments are closed.