Loading

Educação é essencial, sobre dinheiro também!

Olá seguidoras do Mulher Rica, enfim estamos chegando ao final do mês.

Este é o nosso ultimo post de Junho sobre nosso tema  Principais dificuldades quando o assunto é cuidar das finanças.”

Durante todo esse mês, abordamos o tema de diferentes formas, mas com foco em fazê-las pensar que as principais dificuldades de lidar com o dinheiro estão dentro de você. Em como você se relaciona com o dinheiro.

O inicio do problema é sempre interno e não digo isso assumindo que você tenha um problema em só gastar dinheiro descontroladamente, mas que muitas vezes a nossa educação sobre isso é que nos faz poupar menos, gastar com bens desnecessários e principalmente não investir.

Você já se perguntou quantas pessoas à sua volta investem o seu dinheiro? Aposto que se você conhecer alguém, serão pouquíssimas pessoas.

Porque nós não fomos instruídas a pensar dessa forma.

Nossa maior lição sempre foi a de trabalharmos para termos as contas em dia. E claro, isso é suficiente, mas não precisamos nos limitar a isso.

Depois de pensar em todos os pontos que abordamos sobre você se conhecer e descobrir qual ponto é que te faz ter alguma dificuldade com dinheiro, pode tirar uma parcela de culpa por conta da nossa atual educação sobre finanças.

Isso faz uma diferença muito grande também. Não só com bons exemplos na nossa família ou à nossa volta, mas realmente com o aprendizado a cada fase da vida, de como lidar com dinheiro.

Uma boa educação não garante 100% que a pessoa será a mais bem sucedida financeiramente, mas já a induz a um modo de pensar bem mais esclarecido. Por isso, hoje em dia, adultas e com tantas situações envolvendo cobrança daqui e de lá, fica tão difícil mudar nossos hábitos de cuidar do nosso rico dinheirinho.

Nós crescemos ouvindo a famosa frase de que dinheiro não cresce em arvores e infelizmente isso é verdade; mas a gente pode copiar o processo da árvore para nosso dinheiro trazer mais frutos. Como?

Árvore de dinheiro

 

Bem, pense comigo, a árvore primeiro precisa de um bom terreno – para nós, nossa base, nosso conhecimento sobre usar dinheiro. A árvore precisa ter raízes fortes para poder crescer – nosso dinheiro guardado, pode ser um cofrinho como um  início. A árvore precisa ser regada e cuidada – essa é fácil, precisamos sempre colocar um pouquinho mais no nosso cofrinho. E para ela realmente ficar cheia de vida e render bons frutos e flores, precisa da ajuda dos fatores externos, como as estacões do ano, adubo, etc – para nós, os investimentos são os fatores externos. É o que vai alimentar nossa árvore de dinheiro. E quando falo em investimento, não quero dizer apenas investimento em bolsa e coisas complicadas, mas qualquer coisa que faça o dinheiro render sozinho.

Viram que analogia perfeita para quebrar uma frase sempre vista por um lado negativo? Dinheiro não dá em arvores, mas seu patrimônio pode crescer como uma.

Para concluirmos o mês de uma forma preparada para receber uma nova educação, lembrem-se de todos os pontos interessantes que levantamos:

Muitas das nossas dificuldades surgem a partir de dificuldades emocionais. Às vezes procuramos nas compras uma forma de nos sentirmos realizadas, algumas vezes temos vergonha de não estar no mesmo status financeiro de amigos e gastamos a mais para fazer parte das atividades do grupo, às vezes sofremos alguma perda que nos faz recorrer a comprar coisas para cobrir essa falta.

Outras dificuldades surgem da nossa personalidade financeira, de como gostamos de ajudar aos outros mesmo que comprometa nosso orçamento, ou se já temos o habito de guardar, como propriamente lidamos com o dinheiro.

A forma que consumimos compromete diretamente todo nosso orçamento, é daqui que podemos tirar os maiores resultados da nossa autoanalise, pois é na frente das contas que analisamos o que realmente foi necessidade e o que foi impulso.

E pra finalizar, devemos nos conscientizar de que apenas uma pequena parcela da população – bem pequena mesmo – teve uma educação financeira boa. Daquelas pessoas que já aprenderam desde cedo vários meios de juntar, guardar e fazer o dinheiro render.

E pra lidar com todas as dificuldades apenas uma coisa é essencialmente necessária: a vontade de mudar, de melhorar, de evoluir!

Para mudar será preciso uma reeducação, então se abra para isso. Toda mudança exige esforço e a consequência de isso tudo é o sucesso.

No próximo mês de Julho começaremos com um novo tema  “Como sair das dívidas”. Este vai abordar principalmente como sair das dividas, mas também daremos os exercícios práticos para você não se enrolar mais na dita cuja. Vamos começar a por a mão na massa?

Não esqueçam que além do nosso conteúdo mensal aqui no blog, nos estamos oferecendo o Programa Sucesso Financeiro com o Mulher Rica. Já está em época de pré-lançamento (de 24/06/2014 ate 26/06/2014 as 14h) e você pode aproveitar o desconto especial para participar do programa que vai ajudar a transformar sua vida. Com nós duas mais perto de você, acompanhando, ensinando e dando aquela força para você alcançar a vida financeira que você sonha em ter. E de quebra, ainda terá mais pessoas para conversar, compartilhar experiências e ter novas ideias. Quem sabe até uma nova sócia? 😉

Mais informações clique aqui.

Preparem-se para mais um mês recheado de conteúdo!

Um beijo grande,

X