Loading

Mudando as atitudes!

O momento da minha decisão!
Mudança na minha vida financeira.

Mudança na minha vida financeira

Boa noite a todas, gostaria de compartilhar com vocês um momento muito importante na minha vida financeira o momento que eu disse:
–“Chega!!! Quero mudar de vida!”
Parece muito simples escrevendo assim né?! Quem não quer mudar pelo menos uma área da vida?!

Sempre fui uma mulher organizada com as minhas contas, sempre controlei tudo que tinha que pagar, não deixava nada atrasar, mantinha tudo dentro de uma caixinha de sapatos separados por vencimentos, etc…
Só que eu tinha um sério problema, tudo que eu ganhava eu gastava… Eu trabalhava de auxiliar de escritório e ganhava R$ 415,00 líquido, e meu pai me ajudava com R$ 500,00 para os estudos, R$ 211,00 eu pagava o curso técnico que eu fazia e R$ 220,00 pagava a mensalidade da faculdade, o meu salário ficava para as minhas PARCELAS, ahhh minhas piores inimigas na época.

No inverno de 2006 cheguei a comprar em suaves prestações, R$ 1.000,00 de sapatos!!! Gente e o pior é que eu não os encontrava quando eu mais precisava.. :S Nunca tinha o suficiente!
Eu saía para comprar uma peça de roupa e voltava com no mínimo 3… 😛

É, a coisa era séria!
Eu pensava muito na satisfação momentânea, não tinha idéia que aqueles R$ 1.000,00 “investidos” em sapatos que acabavam se perdendo no meu guarda-roupa, poderia ser investido no “futuro dos meus sonhos”!

Bom, mas a minha mudança foi bem interessante, em dezembro de 2006, ainda morava em Jaguarão – RS (onde fica isso?! :S), uma cidade pequena no sul do Rio Grande do Sul, fronteira com Uruguai, e todo ano tem a feira do livro, a cidade não possui livrarias (pelo menos até 2008), então quando há a feira, é a oportunidade para comprarmos uns livrinhos legais… E nessa feira encontrei um livro que me chamou bastante atenção, eu estava numa daquelas épocas em que precisava de uma mudança radical, e o título do livro era muito atraente, escrito em letras douradas “MULHER RICA” (daí a inspiração para o título do blog), num fundo lilás, uma frase logo abaixo “O livro de investimento para mulheres” e para completar mais embaixo o subtítulo “Odeio que me digam o que fazer”, até aí já estava ótimo, mas continuei lendo e no verso do livro a cartada final, que me fez comprá-lo imediatamente, dizia:

“Para mulheres que querem ser financeiramente independentes… e não depender do marido, da família, da empresa ou do governo para se manterem.

Este livro é destinado a quem:
– não quer mais perder o sono por causa do dinheiro;
– quer assumir o controle de seu futuro financeiro;
– está cansada de procurar o príncipe encantado;
– quer ser independente!”

Fascinante não é mesmo!? Para mim foi como um colírio para os olhos!!!

Eu devo ter levado uma semana para lê-lo, mas acreditem, esse livro mudou minha forma de pensar, mudou minha vida… Comecei a perceber que eu não precisava ter nascido rica, casar com um homem rico, ganhar na loteria, etc, para ter o futuro que sempre sonhei… me fez perceber que apenas uma mudança de atitude poderia mudar completamente o rumo da minha vida financeira.

E foi então, quase como um passe de mágica que tudo começou a mudar, eu me tornei uma mulher decidida a fazer acontecer…

Abri uma conta de investimentos no www.gerafuturo.com.br, e comecei a me organizar e a fazer com que 100,00 por mês fossem destinados aos meus investimentos. Só que estava tão ansiosa que para mim R$ 100,00 era muito pouco, queria ver as minhas economias crescerem mais rápido, então eu resolvi dar um jeito de arrumar mais dim dim, vendi meu querido computador por R$ 400,00, vendi uns vestidos de festa que eu tinha guardado, e assim por diante, cada centavo extra que entrava, eu colocava direto nos meus investimentos, e quando sobrava algo no mês além dos 100 lá estava eu investindo… Parei de ser consumista e por incrível que pareça, consegui sobreviver com apenas um par de sapatos e poucas roupas novas, apenas o que era realmente necessário.

Eu estava realmente decidida que queria mudar de vida, que queria ter o controle da minha vida financeira, e essa minha atitude rendeu uma poupança de R$ 5.000,00 em um ano… e quanto mais eu guardava, mais via meu dinheiro aumentar e mais eu investia, acabou sendo vicioso, um vício do bem! 🙂

Tirava extrato todo mês, acompanhava cada centavo que eu ganhava, estava realizada… Aquelas minhas economias me davam uma segurança, uma tranquilidade, eu sabia que qualquer aperto, qualquer imprevisto eu tinha com o que contar… Gostava de ir nas lojas ver os preços das coisas que eu gostaria de ter, e antes nem poderia pensar em comprar, e pensava –“ Nooossa, se seu quiser comprar agora, eu TENHO DINHEIRO para comprá-la”, rsrrs É uma sensação que não sei bem como explicar, mas simplesmente MARAVILHOSA!!!

Aí está um dos motivos por gostar tanto de livros!!!

Então eu indico de todo meu coração que você leia esse livro maravilhoso escrito pela Kim Kiyosaki (esposa do Robert Kiyosaki que escreveu Pai Rico Pai Pobre, que tb é maravilhoso, vale a pena lê-lo), Mulher Rica.
Mas lembre-se, a leitura desse livro pode ser apenas mais uma leitura se você não estiver aberta a absorver tudo que ele pode te proporcionar, esteja disposta a receber as lições de Kim, uma mulher rica que é minha inspiração diariamente!

Não espere mais para colocar esse plano em prática, é mais simples do que podes imaginar, que tal começar dando o primeiro passo?
Compre o livro, reflita, veja como você pode começar a mudar, comece aos poucos, veja como ficar melhor para você, depois volte aqui no blog e conte a sua experiência para todas as outras, torne-se uma inspiração para tantas mulheres que precisam seguir esse caminho!!

Por hoje é só, deixo um beijo grande!
Fiquem com Deus!
T+

9 comments

  1. Eu continuo morando em Jaguarão, aqui as oportunidades são escassas…mas o teu exemplo de determinação MOTIVA qualquer pessoa…Vou dar meu primeiro passo comprar o livro.Depois eu conto.bjs

  2. Ahhh..Eu sou a Cristina Pereira do Facebook,não vai estranhar o nome…na real meu nome é Nice Cristina Ferreira Pereira Silva Costa ufaaa!!não consegui fazer o face com meu nome(acho que já tinham uma trocentas Nice’s )bjão

  3. Pois é, adoro essa cidade e morro de saudades, mas o que eu conquistei depois que resolvi correr atrás dos meus objetivos não tem preço. Não faria nada diferente, talvez teria saído mais cedo daí, rsrsrs.

    Mas mesmo estando por aí, é possível fazer a diferença, acompanhe o blog para vc ir se inspirando, é bom ter algo para nos incentivar!!!

    Não deixe seus planos e objetivos morrerem, corra atrás e faça-os acontecer!

    Depois que leres o livro me conta o que achastes!

    Beijinhos

  4. olá, tudo bem?

    entrei no site Geração futuro para dar uma olhadinha…
    gostaria de saber pq abriu a sua conta lá? Rende mais do que em banco?

  5. Boa tarde Fernanda, como vai?
    Em primeiro lugar obrigado por ter nos visitado e por ter deixado a sua dúvida, vamos a resposta?
    Bom, tomei a liberdade de te responder por que sei a resposta e como te auxiliar.
    O Geração Futuro foi o primeiro contato que nós tivemos com investimentos, nós guardávamos o nosso dinheiro em uma poupança, porém, eu particularmente, sempre era tentado a tirar o dinheiro de lá e usar ele para outros fins, até mesmo quando não era tão importante ou não era uma emergência, isso é também um problema de cultura e de foco, já que temos que aprender que dinheiro de investimentos é dinheiro de investimentos, é uma parte do que tu ganhas que deve ser esquecida, não me refiro a deixar em qualquer lugar e nunca mais mexer, mas me refiro a pensar naquele dinheiro como algo que não vai mexer em hipótese alguma, sempre pensando nele com um funcionário de longo prazo, um funcionário que tu estás capacitando para lá na frente ele trabalhar para ti e te sustentar.
    O Geração Futuro, como te mencionei antes, foi o primeiro contato que tivemos com investimentos, achamos uma boa oportunidade por que ele é um fundo de investimentos passivo (por assim dizer), ou seja, ele tem um risco extremamente baixo, porém da mesma forma é o rendimento. Nós usamos este meio para continuar juntando, era uma forma de todo mês guardar um dinheiro que não iriamos tirar a qualquer hora, é diferente colocar na poupança onde vamos a qualquer lugar e com um cartão de débito, na hora do aperto, começamos a consumir.
    Com certeza rende mais do que a poupança que se formos ver, ano passado teve meses que além de não render, não conseguiu superar a taxa de inflação, ou seja, as pessoas mantém o seu dinheiro na poupança achando que vão ganhar alguma coisa, quando na verdade, a linha de tempo da poupança, se posta lado a lado com a inflação, em muitos momentos nos fez perder dinheiro.
    Tem muita gente que considera a poupança como uma forma simples de juntar dinheiro e o primeiro passo antes de investir, isso pode ser visto da seguinte forma, a poupança não cobra IR (imposto de Renda) o que é bom caso tu precises utilizar o dinheiro, ela te permite sacar horas depois de ter depositado, o que no caso de um fundo demora entre 3 e 7 dias (dependendo do fundo), então, se tu pretende por exemplo começar a guardar R$ 50,00 por mês por que é o que pode, a poupança realmente é o melhor.
    Porém existem muitos fundos de investimentos que te permitem um depósito inicial de R$ 100,00, eu apostaria nestes, já que, é um dinheiro que tu não vai mexer no curto prazo. Mais na frente vou postar aqui algo sobre como começar a investir ok?
    Bom, se tu por acaso tiveres condições de investir mensalmente entorno de R$ 250,00, ai pode partir para os títulos do tesouro direto, que são os mais rentáveis e seguros para quem está começando, e eles tem vencimento de um ano, ou seja, tu compra hoje e daqui a um ano tu resgata o teu dinheiro mais os juros que ele rendeu, outra vantagem é que se tu comprares um título do tesouro direto hoje, saberá quanto exatamente tu vai receber de juros daqui a um ano (pré-fixado).
    Isto podes fazer tanto pelo Geração Futuro como por qualquer outra corretora, a vantagem de outras corretoras é que além de fundos, tem uma gama de produtos muito grande, se bem assessorada, podes compor uma carteira com parte dos teus investimentos em fundos de investimentos e outra em títulos, quando estiver segura e afiada no assunto, pode passar a investir em ações e outras ramificações do mercado financeiro.
    Bom Fernanda, espero que tenha respondido a tua pergunta, não hesite em perguntar se não ficou claro ou se tiver mais dúvidas, teremos o maior prazer em te ajudar.

Comments are closed.