Loading

Passeio Econômico: Museu do Futebol

Olá, meninas!

É o Luiz Serpa de novo, com mais uma dica de passeio econômico pra vocês fazerem com a família ou amigos. Essa dica é especialmente para quem gosta do esporte favorito dos brasileiros, o futebol. Aproveitando o embalo da Copa das Confederações, eu e a Maiara resolvemos dar uma passeada pelo Museu do Futebol e vir aqui contar pra vocês, queridas leitoras, como foi essa experiência.

Logo na entrada do museu é possível ver uma maquete do estádio e seus arredores, além de uma exposição com 4 bolas de futebol, de épocas diferentes. Desde a primeira, mais pesada e de couro, até a Cafuza, bola moderna que será usada na Copa do Mundo do Brasil, no ano que vem. Depois de ver as bolas, você pode subir a escada rolante e começar o passeio lendo um breve perfil dos principais jogadores brasileiros de todos os tempos.

O bacana desse museu é que ele fica embaixo das arquibancadas do estádio, lugar tão acostumado com os torcedores pulando e cantando. Logo depois do perfil dos jogadores, você vai poder curtir um espaço multimídia, com vídeos de alguns dos lances mais famosos do esporte comentados por jornalistas e jogadores, como o pênalti perdido por Baggio na final da Copa de 94 e o gol de Basílio, que tirou o Corinthians da seca de títulos em 1977. E ouvir gols narrados por grandes locutores do rádio, como Osmar Santos e Fiori Giglioti, um dos pioneiros da profissão.

Um dos espaços mais legais do museu é a projeção das torcidas rivais nas paredes da arquibancada. É possível assistir a tensão dos torcedores pouco antes de sair um gol e ouvir algumas das músicas que eles cantam, é quase como se você estivesse no meio da bagunça. A competição mais importante do mundo futebolístico é a Copa do Mundo, por isso, há um espaço todo reservado para esse evento, com painéis com TVs e monitores que mostram os principais lances de cada uma das Copas.

DSC01792

Essa é primeira parte do passeio. Aí você cruza uma passagem que te dá uma vista bem bonita da Praça Charles Miller e do bairro do Pacaembú. Aproveita pra tirar um foto de recordação. Aliás, é o único lugar dentro do museu em que você pode usar sua máquina, infelizmente. A segunda parte começa com informações sobre os maiores estádios do Brasil, alguns números, como a partida com o maior número de gols, ou o gol mais rápido de uma partida. Também há uma parte explicando termos do futebol, como “gol de letra”, “chutar de trivela”, entre outros.

Aí vem a parte do museu que a gente mais gostou. Tem mesas de pebolim para os visitantes jogarem, e de graça. É um espaço legal para juntar a turma e disputar umas partidinhas antes de continuar o passeio. Eu e a Maiara não levamos muito jeito pra isso, então valeu mais pelas boas risadas. Também tem um campo virtual em que é possível disputar uma partidinha de futebol de maneira diferente. Uma boa pedida para duas pessoas brincarem.

Depois de todo esse conhecimento adquirido, é hora de mostrar se você é bom de bola. Tem um espaço reservado para os visitantes mostrarem se levam jeito pra chutar a redondinha. Numa parede é projetado o gol e tem um goleiro defendendo, seu papel é tentar fazer o gol. Além disso, o painel vai mostrar qual foi a velocidade do seu chute. É bem divertido e você pode tirar uma foto com a turma pra guardar de recordação. Olha a gente lá! 🙂

61956329

Além disso, você pode visitar um pedaço da arquibancada do Pacaembú e tirar fotos do estádio. Só em um momento assim mesmo pra conseguir uma foto dele vazio, sem torcedores fazendo a festa por esse esporte que une tanto as pessoas e desperta uma paixão sem igual entre os brasileiros.

Onde fica o Museu do Futebol?

É bem fácil chegar ao Museu do Futebol. Fica dentro do estádio do Pacaembú, ali na Praça Charles Miller, sem número. É bem pertinho da Avenida Pacaembú e da FAAP. Pra você que vai de carro, estacione na praça mesmo. Também tem estacionamentos perto do estádio.

A estação de metrô mais próxima é a Clínicas, da linha verde. Saia da estação e vá sentido Avenida Paulista, aí é só descer a rua Major Natanael e você avistará o estádio. Caso queira ir de ônibus, saia do metrô e pegue as linhas Jardim Brasil (177C-10) ou Barra Funda (6232-10) e desça na parada da Avenida Pacaembú, 1721.

DSC01794 DSC01797

Quanto custa?

O ingresso custa R$ 6 a inteira e R$ 3 a meia, para estudantes com carteirinha e maiores de 60 anos, mediante comprovação. Guarde o ingresso até o final da visita.

A entrada é grátis para crianças menores de 7 anos, apresentando documento de identidade, pessoas com deficiência (o acompanhante também não paga) e professores da rede pública que apresentarem holerite.

A entrada é grátis pra todo mundo às quintas-feiras. Pra quem puder ir nesse dia, já dá pra usar o dinheiro pro lanche ou poupar esse valor. 🙂

Quando visitar o museu?

De terça a domingo, das 9h às 17h, com permanência até as 18h. Também abre nos feriados que acontecem nesses dias.

O museu não abre às segundas e nem em dias de jogos nos estádio. Por isso, é sempre bom consultar a tabela de jogos do dia pra não correr o risco de perder viagem.

Para mais informações, visite o site do Museu do Futebol.

Aproveite e até a próxima dica de passeio baratinho!